Dia do idoso: dicas de segurança no trânsito para a terceira idade

Dia do idoso: dicas de segurança no trânsito

24/set/2018

Na medida em que a expectativa de vida dos brasileiros cresce, fica cada vez mais evidente a importância de debater os desafios e as novas propostas necessárias para a inclusão plena dos idosos no trânsito. Não há atualmente uma determinação específica no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), sobre a idade limite para dirigir. Contudo, a lei é clara ao instruir que condutores com mais de 65 anos devem fazer exames médicos com maior frequência, renovando a CNH a cada três anos, com possibilidade de diminuição do intervalo se necessário.

O Brasil apresenta um grande número de idosos ativos, que circulam a pé pelas ruas, dirigem, utilizam o transporte público e contribuem com o trânsito. Para comemorar o dia do idoso com segurança e respeito às leis de circulação, separamos uma lista com dicas para os cidadãos da melhor idade.

 

  1. Repita os exames de saúde com frequência:

Saúde é sempre uma prioridade, mas quando falamos de idosos e trânsito é ainda mais importante ficar atento à sinais de dificuldades, fadiga, letargia, lentidão e mal-estar, seja para dirigir ou para andar nas ruas.

No trânsito, algumas doenças podem atrapalhar o motorista na hora de conduzir, tais como o Mal de Parkinson, a Diabetes, doenças cardíacas e lesões físicas. Dessa forma, além de controlar as doenças através de tratamentos medicamentosos, algumas adaptações no veículo, como direção hidráulica e câmbio automático, são instrumentos importantes de compensação para os motoristas mais velhos no sentido de diminuir seus esforços ao conduzir.

 

  1. Mantenha a atenção redobrada ao entardecer e à noite:

É natural que a visão seja prejudicada no período noturno, para os idosos essa dificuldade é ainda mais aguçada. Ao dirigir ou caminhar nas ruas no período da noite, fique atento à sinalização e aos obstáculos no caminho. Atenção nunca é demais!

 

  1. Aproveite os benefícios das vagas para idosos:

O Estatuto do Idoso estabelece a obrigatoriedade de destinação de 5% das vagas em estacionamento regulamentado de uso público para idosos. Isso facilita o acesso dos idosos aos locais públicos e evita risco de acidentes. Para ter direito ao benefício é necessário que o idoso se identifique através de uma credencial no veículo.

 

  1. Evite andar próximo ao meio-fio:

Ao caminhar pela calçada, evite andar próximo ao meio fio. É muito mais seguro permanecer na parte neutra da calça, afim de evitar acidentes desnecessários relativos ao desequilíbrio natural que pode acontecer com a idade mais avançada.

 

  1. Exija respeito no transporte público:

Ao utilizar o transporte público, exija respeito tanto por parte dos motoristas e maquinistas, quanto por parte dos passageiros. Ao embarcar e descer do transporte, peça que o condutor aguarde você se sentar antes de seguir viagem. Exija também, o seu direito de ir assentado nos bancos destinados aos passageiros preferenciais. Caso o passageiro não respeite o regulamento, comunique este fato ao condutor ou ao segurança do veículo.

 

  1. Se precisar, peça ajuda para atravessar a rua:

Lembre-se sempre de travessar na faixa de segurança, pois as estatísticas indicam elevados índices de atropelamentos nesta faixa etária. Não tenha vergonha de pedir ajuda na hora de atravessar se julgar necessário.

Uma boa dica também, é travessar em linha reta, em local que o fluxo de trânsito seja menor e ter paciência de saber esperar para atravessar com o máximo de segurança.

 

Curtiu estas orientações e quer contribuir para um trânsito mais seguro? Compartilhe este artigo com amigos e parentes e tenham um excelente Dia do Idoso!

 

Últimas Notícias
BUSCANDO INFORMAÇÕES ...
Contrate Aqui