Assistência 24h: 0800 609 6779 ou 31-97161-6800 (whatsapp)

Tirar carteira de motorista vai ficar mais caro!

04/abr/2018

É isso mesmo! Quem estiver pensando em ter carteira de motorista em Minas Gerais terá que pagar 5% a mais no valor médio pago atualmente às autoescolas. Isso porque o Departamento Estadual de Trânsito (Detran – MG) vai implantar um novo sistema de monitoramento por câmeras e áudios nos veículos.

A tecnologia irá fiscalizar os instrutores, candidatos e examinadores, desde as aulas práticas para qualquer categoria de habilitação até o momento em que o candidato será avaliado pela banca do Detran no exame de direção. O projeto piloto terá início em quinze dias em Nova Lima, na região metropolitana da capital, e em até um mês em Belo Horizonte. As autoescolas de todo o estado terão prazo de quatro meses para se adequarem sob pena de descredenciamento.

Algumas das implementações serão: instalação nos veículos da biometria. O candidato e o instrutor terão que comprovar pela digital o tempo que permanecem no carro durante as aulas de direção para cumprimento das horas exigidas. Sensores ligados aos componentes dos veículos indicarão se o candidato colocou o cinto de segurança ou se ajustou os retrovisores, câmeras farão o registro de algumas ações do candidato durante todo o exame. De acordo com as autoridades de trânsito, o sistema vai trazer mais segurança, uma vez que preparação do motorista será confirmada através do monitoramento implementado.

A mudança vai pesar no bolso do candidato porque as empresas credenciadas pelo órgão de trânsito ficarão responsáveis pela instalação dos equipamentos e vão cobrar, em regime de comodato, um percentual em torno de 5% dos valores pagos pelos candidatos. Segundo o delegado Ednelton Caracci, as taxas cobradas pelo Detran não serão alteradas. Para mais informações, consulte o site do Detran.

Últimas Notícias